• 05 DE JULHO DE 2021

Doar sangue: ato de humanidade

Doar sangue: ato de humanidade

Ainda em desdobra­mento da campanha Junho Vermelho – mês de conscientização para doa­ção de sangue –, a Assemp promoveu uma live com a assessora de captação da Fundação Hemominas, Viviane Guerra. Confira alguns trechos do papo, que foi mediado pelo ana­lista de Comunicação Re­neé Filipe.

Quem teve Covid pode doar sangue?

Sim, mas é preciso aguardar 30 dias após a completa recuperação. Quem teve contato com algum caso suspeito ou confirmado de Covid deve esperar 14 dias. No caso da va­cinação, quem recebeu a Coronavac precisa aguardar 48 horas para se candidatar à doação; para quem recebeu Astrazeneca ou Pfizer, são 7 dias após cada dose.

Como saber quais remédios pos­suem contraindicação para doa­ção de sangue?

No site da Fundação Hemominas há uma tabela de medicamentos que são os que normalmente impedem a doação de sangue. Além disso, no momento da doação, o profissional de saúde fará uma avaliação do me­dicamento e do motivo que o levou a utilizá-lo.

Qual a média mensal de doadores recebi­dos pela Fundação Hemominas?

São cerca de 26 mil can­didatos a doação de san­gue por mês, o que pode parecer muito, mas não é suficiente para atender toda a demanda. Com mais doadores, permitiríamos que mais pessoas pu­dessem continuar lutando pela vida.

No YouTube

A live completa você encontra no canal da Assemp no YouTube: youtube.com/assempbhoficial.

Quer doar?

As doações podem ser agendadas no site hemominas.mg.gov.br ou no aplicativo MGapp – Cidadão.


Comentários


Adicionar comentário

Seu endereço de e-mail NÃO SERÁ publicado
wrapkit A ASSEMP é uma entidade sem fins lucrativos, que atua na área de prestação de serviços para funcionários municipais filiados, oferecendo um leque de benefícios aos associados e familiares.