• 03 DE OUTUBRO DE 2019

O papel do podólogo mediante as quedas na geriatria

O papel do podólogo mediante as quedas na geriatria

As quedas do idoso são um ponto de estudo no campo da geriatria e da podologia, por representar um grande problema de saúde: aproximadamente 30% da população idosa mais jovem (65 a 74 anos) sofre uma queda/ano. Esse número pode aumentar até 50% em pessoas com mais de 80 anos. As fraturas, a diminuição da força e as lesões acabam tornando mais difícil a vida diária dessas pessoas.

Sobre todas essas alterações, existem muitos estudos, tratamentos e uma grande quantidade de ferramentas que buscam a melhora da qualidade de vida desses pacientes. A Podogeriatria é o cuidado, tratamento e acompanhamento dos pés idosos. A podologia, nesta fase, é fundamental para garantir a saúde dos pés e a qualidade de vida.

O papel do podólogo na prevenção de quedas é de extrema importância. Uma hiperqueratose plantar ou qualquer ponto de dor, como um heloma plantar ou interdigital, por exemplo, podem alterar a marcha, devido à dor que produzem. Como os pacientes evitam pisar em áreas de dor, a consequência pode ser alterações na deambulação com o aparecimento de novas algias, no nível do joelho ou do quadril. Todos esses são problemas que uma simples podoprofilaxia podem ajudar a evitar.
               Maxsandra Ferreira Podóloga e enfermeira da equipe da Clínica São Camilo, conveniada da Assemp

Convênio
A Clínica São Camilo atende por meio de convênio subsidiado da Assemp, que banca 50% do valor do atendimento.
A clínica possui unidades no Prado e Santa Efigênia.
Mais informações: 3303-6820


Comentários


Adicionar comentário

Seu endereço de e-mail NÃO SERÁ publicado
wrapkit A ASSEMP é uma entidade sem fins lucrativos, que atua na área de prestação de serviços para funcionários municipais filiados, oferecendo um leque de benefícios aos associados e familiares.